Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Caminho das Pedras ...

“… DA MINHA LÍNGUA VÊ-SE O MAR. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto. Por isso a voz do mar foi a da nossa inquietação." V. Ferreira

Caminho das Pedras ...

“… DA MINHA LÍNGUA VÊ-SE O MAR. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto. Por isso a voz do mar foi a da nossa inquietação." V. Ferreira

São Jorge Antigo VII

Vasculhando pastas antigas e apontamentos sobre São Jorge... eis que encontro mais "postais" que registam os cortejos de oferendas, tudo em prol da angariação de fundos para a construção da Igreja Nova (presumo eu!)...

 

 

Saltam à vista vários pormenores...

Os mirones (carlotos?) que assistem à passagem do cortejo de oferendas, na "bancada" pouco confortável que é a parede, à direita, onde as pessoas se misturam com pilhas de telhas (?!) em equilíbrio instável e roupa a secar...

Lá ao alto, no Passadiço, à equerda o barracão de madeira (não era o armazém do gás do Sr. José e do Sr. Jorge da Eira, que tinham a loja de lanifícios e outras utilidades no dito largo?...

E claro, as pessoas, de fato domingueiro, com as notas presas nas lapelas dos casacos?!

 

A meio do cortejo, bem atrás do bombo maior, é visível um "andor" carregado com presunto, chouriços de lombo, paios...(será a fome que me tolda a vista?!!!), enquadrado por cestos de oferendas à cabeça das moçoilas com trajes tradicionais...

Mas, vejamos mais de perto:

 

  

Quem será esta criança, aqui à esquerda e em primeiro plano, com vestes humildes e descalça (?), que quase se confunde com a cor do caminho ou da calçada? Será que olha esfomeada para os cestos recheados com tantas guloseimas e petiscos no meio de tantos enfeites, transportados por mulheres tão andrajosas?  Criança só e ignorada por todos os cortejantes, que lhe viram as costas!

 

Mas vejamos outros detalhes no cortejo das oferendas:

 

Em primeiro plano algumas crianças acompanham os "percursionistas" (performers): bombos, pífaros e aqui mesmo à frente o ritmo a ser marcado pelo manipulador dos bonecos em madeira... de que não me lembro o nome...

 Ah! e o Ti Bernardo (?) ao lado do bombo maior...

 

Vejamos um plano mais aproximado...

 

 

A seguir o cortejo das oferendas em pormenor:

 

 

À esquerda os moçoilos engravatados e de mãos a abanar!... à direita as andrajosas jovens carregam os cestos de oferendas e aqui mesmo à frente o andor recheado...

 

Ai São Jorge! O que muitos dos teus filhos fizeram por ti e nada tiveram em troca !!!

 

 

 

 

Encosta-te a mim!

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2006
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D